Relatório inicial de adequação ao Novo Regulamento Geral de Proteção de Dados

d3786826-a815-45b4-8bbd-3aa0562571cc

O Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27.04.2016 – doravante, RGPD – entrou em vigor no passado dia 25 de maio de 2018.  

Neste âmbito, o novo Regulamento vem fortalecer e unificar os direitos dos cidadãos relativamente à proteção dos seus dados pessoais, conferindo-lhes um maior poder de decisão quanto à sua recolha, à finalidade e às formas de tratamento e ao uso destes dados no tempo. 

Os princípios e as regras em matéria de proteção de dados serão aplicáveis independentemente da nacionalidade ou do local de residência das pessoas singulares. 

O Regulamento poderá ter um impacto crucial na vida da sua organização, consoante a sua natureza, área de atividade, dimensão e tipo de tratamentos de dados pessoais que realize. É aconselhável que a comece a preparar atempadamente a sua empresa para a entrada em vigor do mesmo.

A aplicação de coimas e os riscos para a reputação de uma organização contam-se entre os efeitos prejudiciais do incumprimento do RGPD.

Assim o nosso parceiro Accelper Consulting Iberia, desenvolveu um inquérito de preenchimento online, que tem como objetivo principal a simplificação deste processo com a análise de adequação da sua empresa ao novo regulamento, analisando a sua conformidade com os requisitos do RGPD, a deteção de vulnerabilidades e a necessidade de criação de documentação especifica para a adequação da sua empresa ao Novo Regulamento Geral de Proteção de Dados.

O relatório de conformidade a disponibilizar, contem um conjunto de recomendações jurídicas para cada situação analisada e um plano de ações que a empresa deverá desenvolver em fase posterior a este Relatório Inicial de Adequação ao RGPD.

Para mais informação sobre este serviço que a AEMAIA disponibiliza aos seus associados, contactar através do email gabinete.associado@aem.pt.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0
Relatório inicial de adequação ao Novo Regulamento Geral de Proteção de Dados